ex-libris: joias de arte literária

Ex-libris (“from the library of”) é a marca escrita ou desenhada e impressa no livro, que indica a livraria ou a pessoa a quem pertence ou pertenceu esse livro. É, portanto, um indicativo de propriedade. Mas, há mais.

O ex libris contribuiu para a formação de uma arte inimitável acompanhando as tendências artísticas de cada época. Ao mesmo tempo se prestava a identificar o livro e sintetizava as tendências intelectuais, morais, literárias, científicas, enfim, os traços culturais de seu tempo. (…) Traduzindo a personalidade de seu titular (ou utente), ele vale muito mais do que podemos imaginar à primeira vista pois constitui um emblema sintético da expressão psicológica individual, associado à concepção artística do desenhista que lhe dá forma, expressão e decoração artística. É um momento único de cooperação entre o artista criador e o bibliófilo que o inspirou, definido por Geneviève Granger na seguinte frase: “L’ex libris doit être un peu une confession… (o ex-libris deve ser um pouco uma confissão…).” Stella Maris de Bertinazzo.

A  Biblioteca Nacional José Martí (BNJM), situada em Havana, Cuba, fundada em 1901, possui uma rica coleção de ex-libris, organizada a partir de livros de posse da própria biblioteca. Alguns deles foram pintados à mão sobre pergaminho e datam de dois séculos atrás. Outros foram obras de artistas extravagantes, de meados da década de 1960. Todos são pequenas joias de arte literária. Veja abaixo mais preciosidades.

6 thoughts on “ex-libris: joias de arte literária

  1. Querida Ra e Entrelinha,

    Que maravilha! mais um canal para difundir conhecimentos, ideias, e tudo mais que o universo do design pode nos trazer, vindos de “mãos” experientes, melhor ainda.
    Muito obrigado pelo canal, boa sorte e estarei conectado. Vou passar adiante.

    E a entrelinha, tem um ex-libris? seria interessante, estou curisoso.

    Um grande beijo e até logo,

    Ale, primo😉

    • Alê, um canal de via dupla: quero também ouvir – e aprender – muito com todos. Ótima ideia criar um ex-libris para entrelinha. Adorei, vou pensar nisso! Beijo, espero vê-lo novamente no blog em breve.

  2. Oi Raquel,

    estou adorando o blog! Parabéns.
    O Thomas tem um ex-libris – é o Pica-pau. Para Eliza ele escolheu uma imagem do Kiriku – só que bem na hora que o lobo está atacando, é meio assustador. Estou querendo mudar ambos para os próximos livros.
    bjs!

    Jo

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s