minilivro de poemas

capa

Sandra Brazil lança seu minilivro – 4ª Estação – com quatro lindos poemas: verão, outuno,  inverno e primavera. As estações do ano são acompanhadas por um calendário de 2012.

miolo sanfonado

O miolo do minilivro, impresso em couchê fosco, possui dobras sanfonadas: de um lado, os poemas das quatro estações; de outro, o calendário de 2012. O miolo sanfonado foi colado em papel cru paraná. A capa dura garantiu a estabilidade do minilivro em pé, uma opção de uso para o calendário.

A capa dura foi impressa em serigrafia, sob os cuidados e capricho da Arte Oficina (www.arteoficina.com.br). O resultado é uma belíssima impressão serigráfica, com tinta fosca para o verde e brilhante para o vermelho. Um toque especial!

Projeto gráfico da Entrelinha e uma grande alegria em participar desse presente delicado.

os poemas de um lado...

... e o calendário de outro.

 

quarta capa e uma ótima estação-felicidade para todos em 2012!

presente de natal

Queridos amigos, meu presente de natal para vocês será programar um novo sorteio no blog da entrelinha. Desta vez, sortearei 3 agendas 2012 (Edith Derdyk & Entrelinha Design). Uma agenda que fizemos de coração, com muito carinho, para que a arte o acompanhe o ano todo! (para saber mais: http://agenda2012entrelinhaedith.wordpress.com)

Cada membro do blog receberá, por email, um número a ser sorteado. O sorteio ocorrerá no dia 20/12/11, por meio do site de sorteio random (www.random.org), que sorteia um número aleatoriamente. Farei 3 sorteios e postarei as fotos de tela no blog.

Novos adeptos também podem participar do sorteio, basta inscrever seu email no blog, em “novidades por email”, no menu lateral à direita da home.

Boa sorte a todos!

arte e tipografia

A Caixa Cultural São Paulo exibe, do dia 3/12/2011 até 26/02/2012, a exposição “Através, Mira Schendel”, com entrada franca. Sou uma grande admiradora do trabalho plástico de Mira, este que foi altamente influenciado pelas artes gráficas. Mira Schendel (1919-1988), suíça radicada no Brasil, estreita as diferenças entre as artes plásticas e as gráficas de forma surpreendente e inovadora.

Tipografia na arte de mira schendel (untitled, 1972)

Mira Schendel (datiloscrito74)

Mira Schendel (toquinho73)

Os campos da arte tipográfica e das artes plásticas sempre estiveram próximos e influenciam-se mutuamente. Nas artes plásticas, o uso de letras como expressão artística é bastante utilizado por artistas de todas as épocas.
Além de Mira Schendel, outros exemplos são artistas como os norte-americanos Robert Indiana (1928) e Jasper Johns (1930), o francês Fernand Léger (1881-1955) e o brasileiro José Leonilson Bezerra Dias (1957-1993), popularmente conhecido por Leonilson.

Robert Indiana (Love rising)

Robert Indiana (Four winds)

Jasper Johns (0 through 9)

Fernand Léger

Leonilson

Leonilson

Leonilson

dormindo com valentina

A combinação da mistura de artes, quando é boa, dá um resultado duplamente rico. Aqui, as artes gráficas dos quadrinhos se misturam com o design de móveis. Na série “Design and Comics”, do site Design Dautore (www.design-dautore.com), Valentina, célebre personagem de Guido Crepax, dá vida a qualquer armário e ânimo para os desanimados na hora de dormir.

Guido Crepax (1933-2003), quadrinista italiano, criou Valentina em 1965. Seu desenho sofisticado, carregado de erotismo, transformou a personagem em musa dos quadrinhos. E Valentina não foi a sua única heroína de sucesso. O artista criou também outras beldades como Bianca, Belinda, Francesca e Anita.

Antes de se tornar o mestre dos quadrinhos, Crepax trabalhou como artista gráfico e ilustrador em publicidade (ganhou, em 1957, a Palma de Ouro em Publicidade pela campanha da Shell). Desenhava cartazes, capas de revistas e livros.

Em 1963, Crepax entra no mundo da HQ. Dois anos depois, nasce – nos quadrinhos da revista Linus – Valentina, então personagem secundário da série do super-herói Neutron. Inspirada na atriz do cinema mudo Louise Brooks, Valentina logo torna-se a personagem principal da série. E seu sucesso foi tão grande, que deu origem a vários e vários livros.

Lindo livro da Conrad, edição com sobrecapa.