saramago: literatura é vida

Nesse último sábado, no caderno Sabático do jornal O Estado de São Paulo, saiu uma matéria muito interessante sobre publicações de livros que comprovam o interesse, no Brasil, pela literatura que vem de Portugal.

Um dos destaques é o livro “José Saramago: tudo, provavelmente, são ficções; mas a literatura é vida”, de Eula Pinheiro (Musa Editora, 2012), cuja capa é da Entrelinha.

As cores da capa foram definidas a partir da pintura do artista plástico português Júlio César. Dado ao grande número de caracteres, o título – José Saramago: tudo, provavelmente, são ficções; mas a literatura é vida – foi tratado na capa como texto corrido, ou seja, a própria literatura.
À palavra “vida”, foi dado o destaque em cor, conferindo-lhe ainda mais vida.

Para ler a matéria completa online: http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,estudo-de-eula-pinheiro-analisa-romances-do-primeiro-saramago,831140,0.htm

Deixe uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s