a volta do Design consciente

IMG_1217

O livro Fundamentos gráficos para um design consciente, de Raquel Matsushita (352 páginas, Musa Editora) chega ao mercado na sua 2ª reimpressão.

A obra aborda os cinco pilares fundamentais para a construção consciente do exercício do design gráfico:

  • 1. história do design gráfico
  • 2. tipografia
  • 3. as cores
  • 4. produção gráfica
  • 5. práticas profissionais

“Este é um livro que aborda não só conceitos básicos de design, mas muitas outras coisas em torno dele. Para mim, essas ‘outras’ coisas são a parte mais interessante do design de um objeto: seus limites, o ponto de contato entre ele e o que está em volta. Assim, os capítulos sobre cor, tipografia, produção gráfica e prática profissional são completos e instrumentais, mas há mais.”
Carlito Carvalhosa, do prefácio Afinal, livros eram vendidos sem capa.

“Design gráfico: dentro do território do design gráfico, utilizarei como referência, no que vem a seguir, a excelente obra de Matsushita.”
Lucia Santaella, no livro Leitura de imagens (Ed. Melhoramentos)

Aproveite a promoção no site da Entrelinha Design.

Mais sobre o livro: aqui.

Anúncios

design consciente na saraiva

O livro “Fundamentos gráficos para um design consciente”, de Raquel Matsushita (Editora Musa) está a R$ 10,00 (dez reais) no site da livraria Saraiva:

http://www.saraiva.com.br/fundamentos-graficos-para-um-design-consciente-col-biblioteca-aula-musa-design-vol-1-3530662.html

Vale a pena!

Saiba mais sobre o livro aqui.

curso de design gráfico

 

curso_design

O curso, ministrado por Raquel Matsushita, abrange aspectos fundamentais do design gráfico em 4 encontros de 3 horas, nos quais teoria (aula expositiva) e prática (exercício em aula) serão abordados.

Está incluso como material do curso o livro “Fundamentos gráficos para um design consciente“.

Conteúdo das aulas

1 – Design gráfico (22/09)
• História do design gráfico: revolução industrial, arts and crafts, impressionismo, fauvismo, cubismo, futurismo, construtivismo russo, de stijl, bauhaus, art deco, styling, modernismo, pós-modernismo e design na contemporaneidade.
• Composição: razão áurea, margens, colunas, mancha de texto, direção do olhar, contrastes (de tamanho, de espaço, de cor, de peso tipográfico).

2 – Tipografia (29/09)
• História da tipografia: da pictografia ao alfabeto romano.
• Evolução do desenho tipográfico.
• Nomenclatura tipográfica.
• Classificação dos tipos.

3 – Cores (06/10)
• Dimensões: tom, valor, saturação.
• Classificação das cores.
• Combinação no círculo cromático: quadrado, retângulo, equilátero, isósceles, analógica, monocromática.
• Relatividade: contraste simultâneo, contraste sucessivo, contraste de temperatura, contraste de valores ou luminosidade, contraste de saturação, contraste de quantidade.
• Escala de cores: quadricromia, cores especiais, duotone, tritone, quadtone.

4 – Produção gráfica (13/10)
• Formato: aproveitamento de papel, cadernos e imposição de páginas.
• Tipos de papel e escolha adequada.
• Retícula e lineatura.
• Pré-impressão: análise e fechamento de arquivos para gráfica.
• Tipos de reprodução: relevografia (tipografia, flexografia, tampografia), planografia (litografia, offset), encavografia (heliogravura, rotogravura), permeografia (serigrafia), eletrografia (xerografia), impressão digital.
• acabamento gráfico: verniz, laminação, plastificação, hot-stamping, relevo, refile, faca, dobras, encadernação (lombada quadrada, canoa, artesanal).

Convidada especial: Moema Cavalcanti
Para o encerramento do curso, no último dia de aula (13/10), haverá uma palestra sobre o processo criativo de desenvolvimento de capas com Moema Cavalcanti (já citada neste blog aqui), designer relevante na história de design de capas no Brasil.

Inscrições pelo email: espacodastres@gmail.com
Mais no facebook do espaço das três.

_______
Raquel Matsushita é designer gráfico e sócia do escritório Entrelinha Design, desde 2001. Premiada com dois Jabutis na 56a edição do Prêmio, em 2014, nas categorias Capa e Didáticos e Paradidáticos. Graduou-se em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista/SP e especializou-se nos cursos de Design Gráfico, Cor e Tipografia pela School of Visual Arts de Nova York, onde também trabalhou no escritório de design Linda Kosarin Studio. Trabalhou como editora de arte nas editoras Abril e Globo. É autora do livro Fundamentos gráficos para um design consciente (Musa Editora, 352 páginas).

tesouros em wynwood

IMG_9072

Wynwood (www.wynwoodmiami.com), em downtown Miami, veio pra desbancar o título de  “cidade das compras”. O consumo aqui não é somente das compras, mas também, das artes. A região, que antes era bastante deteriorada, hoje é um passeio artístico a céu aberto. Há grafismos por toda parte, de diversos estilos, lindos! Um grande número de galerias de arte oferece, além das exposições gratuitas, livros antigos para venda, uma espécie de sebo. Há também restaurantes deliciosos, com grafites por toda parte, é um momento híbrido de degustação com arte.

IMG_9085IMG_9061IMG_9071

IMG_9079

O Brasil também está em Wynwood walls, muito bem representado pelos irmãos Os gêmeos (acima). A arte de rua encanta além dos muros: durante o passeio, as letras no chão te convidam a parar e refletir:

IMG_9078

 

IMG_9076

Em visita à uma galeria (PanAmericanArt Projects), ao lado de obras de Leon Ferrari (em exposição e à venda), me deparo com uma mesa cheia de livros e revistas antigos também à venda. No meio deles, acho um tesouro: um livro que é uma compilação de textos de uma revista cubana (ISLAS), de 1967. Nela, vários desenhos maravilhosos, a traço, de Matisse, Picasso, Man Ray. Abaixo, destaco uma relação de imagens que possuem uma linguagem direta com a arte de Wynwood. Identificamos a linguagem gráfica dos grafites contemporâneos nos desenhos a traço, na estética letrista e na Op Art.

foto 1 (1)foto 4 (1)foto 3 (1)foto 2foto 2 (1)foto 1foto 3

Vontade não falta de reproduzir o livro todo aqui, belíssimo. A capa, num azul desgastado, apresenta somente uma imagem.

foto 4

 

Revista ISLAS – Volume IX – número 3
Universidade Central de Las Villas Santa Clara, Cuba.
Responsável pela edição: Samuel Feijóo
Julho a setembro de 1967.

arte do graffiti

15

O livro Graffiti – Fine Art (Sesi-SP Editora, 2013), projeto gráfico da Entrelinha Design, acaba de chegar impresso. O livro aborda os artistas selecionados na última Bienal do Graffiti que aconteceu no MuBE, no ano passado.

A primeira capa, com o uso de faca especial, foi transformada numa máscara de grafite, que define o próprio título do livro. O título “grafitado” do livro foi impresso em pantone metalizado cinza.

14

12

16

98

7

5

4

 

Veja mais em lançamentos, no site da Entrelinha: www.entrelinha.art.br